Bem-vindo ao meu blogue

PRÉMIO

PRÉMIO
Prémio de Excelência da ANPÓS (Brasil)

SIGA-ME NO FACEBOOK


SER FELIZ: SEGREDO PODE ESTAR NA MEMÓRIA


À medida que vamos conhecendo melhor o que é, afinal, a FELICIDADE, há uma descoberta relativamente recente que trouxe nova luz sobre esta matéria: é o papel da MEMÓRIA.

Ora em que medida a memória interfere na nossa felicidade? Resumidamente passa-se o seguinte:

1º a felicidade é um estado subjetivo que resulta de um conjunto de fatores, incluindo a sensação de harmonia e bem-estar físico e psicológico; se já tivermos vivido experiências positivas (que estão guardadas na memória) temos mais hipóteses de voltar a copiá-las pois já aprendemos como elas se alcançam;

2º a felicidade não "acontece" porque a procuramos (ela não está em lado nenhum) mas porque a construímos sendo um processo íntimo embora influenciado pelo ambiente, pelas interacções pessoais, pela concretização de projetos, etc.;

3º a felicidade é muito influenciada pela memória de experiências de vida "felizes", "agradáveis" e "gratificantes" que moldaram a nossa própria natureza, incluindo a personalidade; as pessoas felizes tendem a voltar a ser felizes mesmo depois de experiências negativas e até traumáticas; isto sugere que a felicidade é passível de ser aprendida (eis a memória, de novo);

4º a felicidade é também influenciada pela memória de projectos que idealizámos no passado e que ainda não abandonámos; manter esses projectos em aberto é positivo e dá entusiasmo (exemplo: "não desisto de lutar enquanto não conseguir aprender outro idioma");

5º a felicidade é influenciada por expetativas guardadas na memória (por exemplo: se tivermos uma ideia positiva de um país ou de um lugar e acreditarmos que ali as pessoas parecem ser mais felizes - e isto está registado na memória mesmo que seja apenas uma ideia baseada em crenças - então poderemos tentar mudarmo-nos para lá. Por exemplo, para 72% dos norte-americanos e muitos estrangeiros a Califórnia é apontada como um estado onde as pessoas parecem ser mais felizes do que, por exemplo, as que vivem num estado isolado e frio do norte do país; essa percepção é influenciada pelas imagens das praias, do clima, das cidades como Los Angeles, San Francisco, de Hollywood e do cinema, etc.);

6º a felicidade é influenciada mais por fatores intangíveis do que tangíveis (a felicidade não é influenciada pelo dinheiro que se tem mas muito mais pelo uso que se faz desse dinheiro; é por isso que ser rico não garante felicidade embora possa garantir mais bem-estar).

MINHAS DICAS:
1. Procure experiências de vida positivas e alegres assim como pessoas que sejam também positivas e alegres; isso vai ficando registado na sua memória autobiográfica ou existêncial e facilita o aparecimento de novos momentos felizes no futuro.

2. Recorde, sem nostalgia desnecessária e evitável, bons momentos do passado (momentos da infância, passeios, viagens, festas, etc.). Ao fazê-lo, isso reaviva as suas "boas memórias", elas ficam mais acessíveis ao seu consciente e podem influenciar positivamente o seu estado de espíríto.

3. Acredite que outras experiências de vida semelhantes não são impossíveis de voltar a acontecer! Não deseje apenas; lute por elas!

Nelson S Lima